O que o turista brasileiro precisa saber sobre a moeda do Chile?

A moeda do Chile é o Peso Chileno (CLP). Esse dinheiro tem tantos zeros que enlouquece (e confunde) a qualquer brasileiro. Mesmo morando aqui já há quase 2 anos, ainda me pego fazendo contas no supermercado, na farmácia e etc…

Então, vou deixar aqui algumas dicas importantes para quem está planejando uma visita ao Chile.

Que moeda trazer ao Chile: Dólar, Real, Euro, Peso?

Trocar Reais por Pesos Chilenos no Brasil, dificilmente será tão vantajoso quanto trocar no próprio Chile. A melhor opção, na maioria das vezes, é chegar no Chile com Reais.

Todas as casas de câmbio por aqui trocam Real, Dólar e Euro (entre outras moedas). A transação é feita em dinheiro.

Alguns serviços até aceitam pagamentos outra moeda, mas não é comum. Portanto, para curtir a viagem sem problemas, você precisará de Pesos Chilenos.

Dá para usar cartão de crédito?

Nas casas de câmbio não, mas o cartão de crédito brasileiro, liberado para transações internacionais, é aceito na maioria dos estabelecimentos comerciais. Porém, apesar de ser uma forma de pagamento mais segura, não é a mais barata. Há incidência de IOF ( 6,38% ) e, além disso, o valor de cada compra será convertido de Pesos em Dólares e depois em Reais. Considere que em cada conversão você também perde dinheiro.

Onde fazer o câmbio no Chile?

No aeroporto de Santiago as casas de câmbio não oferecem as melhores taxas, mas, ainda assim, deve ser melhor do que qualquer câmbio oferecido no Brasil. Nesse local, tem câmbios com atendimento 24 horas e cobram 1,5 Dólar por transação. A dica é trocar o mínimo possível ao chegar, para as primeiras despesas, e, logo, buscar uma casa de câmbio na cidade.

O centro de Santiago (especificamente a rua Agustinas), tem diversas casas de câmbio com os melhores valores.

O funcionamento é de segunda a sexta no horário comercial, aos sábados até 14 horas e aos domingos ficam fechadas (tem domingo que abre uma ou outra casa de câmbio do centro, mas com taxa ruim). Já aproveite para fazer um tour por ali! Veja a sugestão de roteiro no post Centro de Santiago a pé.

A rua Pedro de Valdívia, em Providência, também tem muitas casas de câmbio, mas a taxa da Agustinas é melhor.

Importante: Não aceite ofertas de pessoas que, eventualmente, lhe abordem na rua. Mesmo que te levem a alguma suposta casa de câmbio.

Nos shoppings de Santiago o câmbio é parecido com o do aeroporto. Algumas vezes um pouco melhor.

Câmbio em outras regiões chilenas

Quem só vai fazer conexão no aeroporto em Santiago e de lá já parte para outras regiões do Chile, como Atacama, por exemplo, pode perguntar a cotação para a agência de passeios local, no dia anterior à viagem. Dessa forma, será possível comparar com o câmbio do aeroporto de Santiago e decidir pela melhor opção.

Entenda o câmbio

Para saber que casa de câmbio está oferecendo a melhor oportunidade veja o valor de COMPRA, pois você estará COMPRANDO Pesos Chilenos. Quanto mais alto o número melhor. Significa que com 1 Real você comprará mais Pesos.

Referências:

Abaixo de 165 – o câmbio não está muito bom para troca de Real para Peso Chileno

De 170 a 180 – o câmbio está ok.

De 185 para cima – o câmbio está favorável para quem vai trocar Real por Pesos.

Como são as notas e moedas do Chile?

O Peso Chileno tem notas de 1.000, 2.000, 5.000, 10.000 e 20.000. Ficou nervoso com tantos zeros? É para ficar… nervoso e atento! Quem não está acostumado pode se confundir facilmente e sair no prejuízo, ou até ser vítima de algum golpe.

Moeda chilena
Frente e verso das notas do Peso Chileno
Imagem do site http://www.southamerica.cl

Cuide das moedinhas também. As de 500 pesos, para ter uma ideia, valem quase R$ 3,00.

Peso chileno
Principais moedas chilenas

Quanto valem as notas de Pesos Chilenos?

Para saber o valor de cada nota em Reais é preciso dividir seu valor pelo valor do câmbio. Ou seja:

20.000 Pesos ÷ por uma taxa de câmbio de 180 = R$ 111.

10.000 Pesos ÷ por uma taxa de câmbio de 180 = R$ 55.

Notas falsas

Fique atento às notas de 10.000 e 20.000 Pesos Chilenos, pois é onde há maior chance de falsificação. Para mim, a forma mais fácil de identificar se são falsas é olhar a faixa holográfica. Se as estrelinhas se mexerem ao movimentar a nota, ela é verdadeira. Se as estrelinhas forem fixas… nota falsa.

Movimento das estrelas na faixa holográfica de notas verdadeiras

Evite cair em golpes

Não aceite a ajuda simpática de pessoas querendo trocar suas notas de 20 mil por notas de 10 mil para te “facilitar” o troco. Você corre o risco de entregar uma nota de 20 mil verdadeira e receber de volta duas notas de 10 mil falsas (principalmente em táxis).

Outra situação é você entregar uma nota de 10 mil, por exemplo, a pessoa trocar rapidamente por uma nota de 1 mil e alegar que você entregou o valor incorreto. Então, sempre diga em voz alta a nota que você está entregando. Isso pode ajudar a evitar confusões de sua parte também.

A dica aqui é, sempre que possível, entregar a nota com valor mais próximo possível ao de sua compra. Confira todos os trocos na frente do atendente ou taxista, e quando receber uma nota de 10 mil pesos, sempre dê uma checadinha nas estrelas da faixa holográfica.

2 comentários Adicione o seu

  1. Esther Bonetti disse:

    Informações valiosíssimas!!! Muito obrigada!!!

Deixe sua dúvida ou comentário!