Como é a tomada no Chile

Está aí um assunto que a gente, muitas vezes, nem lembra na hora de organizar as coisas para uma viagem e que pode ser motivo de sufoco.

Eu mesma já passei perrengue em outros países por estar mal informada sobre o padrão de tomada e de voltagem local, na hora de fazer algo muito simples, como carregar o celular ou a bateria da máquina fotográfica.

Então, aqui vão as dicas que você precisa sobre o assunto.

Trazer equipamentos bivolt

Primeira coisa a saber é que no Chile a voltagem é 220. Portanto, certifique-se de que está trazendo equipamentos bivolt. Alguns hotéis podem até ter um transformador de 110V a 220V para salvar sua vida, mas não dá para contar muito com isso!

Ou seja, não adianta trazer secador de cabelo, chapinha, barbeador elétrico, ferro de passar roupa portátil, ou o que for, de 110V, pois é provável que só ocupem espaço na mala.

As tomadas no Chile

O encaixe de tomada no Chile tem três orifícios redondos e alinhados entre si.

Padrão das tomadas no Chile

No Brasil, além do formato padrão com três pinos desalinhados, há outros tipos comuns: o de dois pinos redondos e o de dois pinos achatados.

Apesar das tomadas chilenas terem três orifícios, os plugs com dois pinos redondos funcionam normalmente, sem precisar de adaptadores.

Esse também funciona no Chile sem adaptadores

No caso do encaixe padrão brasileiro e dos achatados, você pode usar um adaptador simples, que os transformem em dois pinos redondos. Esse adaptador é barato e fácil de encontrar nas lojas do Brasil.

Exemplo de adaptador simples que converte em dois pinos redondos

Adaptador universal

Mas o ideal mesmo, para não se preocupar mais com o padrão do encaixe de tomadas em outros países, é ter um adaptador universal (e não esquecer de colocá-lo na mala!). Ele tem todos os formatos de pinos e orifícios usados no mundo.

O adaptador universal funciona em qualquer país do mundo

Comprei o meu por 11 dólares faz anos, e agora ele é item permanente nas bagagens de viagem internacional. Em lojas de aeroporto, de eletrônicos ou de malas é possível encontrá-lo.

Quem muda para o Chile

Para quem vem ao Chile com mudança, como nós, vale a pena comprar transformadores de voltagem. Trouxemos alguns do Brasil, pois era mais barato do que aqui, e pudemos trazer algumas coisas 110V, como a cafeteira, o liquidificador e o ferro de passar roupas.

Deixe sua dúvida ou comentário!