Bebidas típicas do Chile

Apesar de ser um grande produtor de (excelentes) vinhos, engana-se quem pensa que só de vinho vive o chileno!

As bebidas tradicionais do Chile vão além. Então, conheça algumas delas e já vá se planejando para provar suas preferidas!

1. Terremoto

O nome já indica os efeitos que pode causar! Aprecie com moderação, caso contrário, ao levantar vai sentir tudo chacoalhar ao seu redor!

Basicamente, leva vinho pipeño (um vinho branco adocicado) e sorvete de abacaxi. Também é bastante comum a adição de Fernet ou Grenadine. Ou seja, é uma bebida docinha, que desce fácil e pode te deixar “arriba de la pelota”.

O Terremoto é muito consumido em setembro, durante as Festas Pátrias. Nesse importante feriadão chileno, são realizadas festas típicas chamadas Fondas e tem terremoto para todo lado.

Produção de muitos Terremotos durante uma fonda
Produção de muitos Terremotos durante uma Fonda

2. Cola de Mono (cauda de macaco)

É tradicional nas festas de fim de ano chilenas, à base de café, leite, aguardente, canela, casca de laranja e outras “cositas”.

Eu não contive minha curiosidade e preparei a Cola de Mono aqui em casa. Minha cozinha ficou com um aroma incrível… É uma boa pedida, principalmente, para os apreciadores de café. Vou deixar a receita que eu usei, no fim do post.

Cola de mono é feita à base de café com leite e aguardente
Cola de mono é feita à base de café com leite e aguardente

3. Pisco, pisco sour e piscola

Há uma grande polêmica (eu diria competição) entre chilenos e peruanos acerca da origem do pisco. Independente disso, é uma bebida bastante tradicional nos dois países.

O pisco é um destilado de uva. Os mais consumidos no Chile têm teor alcoólico entre 35o e 40o.

Degustação de pisco com chocolate na destilaria Mistral
Degustação de pisco com chocolate na destilaria Mistral

Duas bebidas à base de pisco são bastante consumidas por aqui.

A mais conhecida internacionalmente é o Pisco Sour. Uma mistura de pisco, sumo de limão e açúcar (syrup). Existem variações de sabores. Nesse caso, ao invés do limão, usam manga ou maracujá, por exemplo. A versão chilena não costuma levar clara de ovo, como é comum na versão peruana.

Pisco sour típico chileno
Pisco sour chileno

A outra, que os chilenos A-DO-RAM, e muita gente nunca ouviu falar, é a Piscola! Já conseguem adivinhar como é feita? É a combinação de pisco com refrigerante de cola (Coca-Cola, Pepsi).

Provando Piscola durante as Festas Pátrias chilenas
Provando Piscola durante as Festas Pátrias chilenas

Leia também o post de Pisco Elqui, a região produtora de pisco no Chile.

4. Mote con Huesillo

O Mote con Huesillo é servido gelado e não tem álcool. Leva trigo e pêssego cozidos e um caldo caramelado.

A bebida é vendida, geralmente, em barraquinhas de rua ou em parques. É clássico visitar o Cerro San Cristóbal e tomar um Mote con Huesillo lá em cima apreciando a linda vista de Santiago.

O pêssego vai inteiro na bebida Mote con Huesillo
O pêssego vai inteiro na bebida Mote con Huesillo

5. Borgoña

A Borgoña é típica do Natal chileno, mas vejo sempre nas Festas Pátrias também. É servida gelada e leva vinho tinto, frutas (geralmente vermelhas) e açúcar. Lembra a Sangria espanhola, não?

O Clery é sua versão com vinho branco.

E a cerveja?

O chileno é fã de uma cervejinha sim! Mas aqui não gostam de tomar tão gelada quanto no Brasil. Há boas cervejarias no país, muitas, inclusive, artesanais.

Veja o post sobre Valdivia, a capital cervejeira do Chile.

Receita da Cola de Mono

1 litro de leite
3 colheres de açúcar
1 xícara de destilado (pisco, vodca...)
1 colher chá de extrato de baunilha
Noz moscada ralada
1 pau de canela
5 cravos
Casca de laranja
3 colheres de chá de café solúvel (ou a gosto)
¾ de xícara de água
 
Modo de preparo: 
Diluir o café na água. Misturar todos os ingredientes numa panela, menos o
café diluído e o destilado.
Deixar por uns 10 minutos no fogo. Desligar e adicionar o café diluído e o
destilado.
Servir bem gelado.    

Deixe sua dúvida ou comentário!